Autismo e Denver

Autismo e Denver

Modelo Denver de Intervenção Precoce é um método de intervenção naturalista para crianças diagnosticadas dentro do TEA (Transtorno do Espectro Autista), onde busca desenvolver e aprimorar as habilidades sociais e de linguagem das crianças. De uma forma totalmente lúdica, onde o principal é a motivação da criança para a atividade, o modelo propõe que através das brincadeiras a criança encontre ferramentas necessárias para explorar e desfrutar o mundo de maneira mais eficiente. Contribuindo para estimular sua capacidade de aprendizagem.

Uma das grandes vantagens da abordagem do Modelo Precoce de Denver é a eficácia cientificamente comprovada junto às crianças enquadradas dentro do espectro, que iniciam a intervenção com idade entre 12 e 36 meses. O modelo Denver foi desenvolvido após 20 anos de estudo e pesquisa, liderada pela Dra. Sally Rogers. Considerado pela revista Time como uma das 10 maiores descobertas da área médica no ano de 2012. O método tem princípios da análise do comportamento aplicada (ABA) e da psicologia do desenvolvimento da criança. Apesar que sua intervenção prática difere bastante do ABA, onde a motivação da criança é o principal norteador das atividades e sua forma de aplicação é mais naturalista. Os objetivos do desenvolvimento incluem habilidades para comunicação receptiva e expressiva, competências sociais e de jogo, desenvolvimento cognitivo, habilidades motoras globais e finais, imitação e comportamentos adaptativos.

Comente

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com "*".