O brincar como forma de aprender

O brincar como forma de aprender

O brincar é uma atividade muito importante para o desenvolvimento infantil. Através da brincadeira a criança usa sua imaginação, desenvolve a fantasia, interage via elementos imaginários e da realidade. A brincadeira acaba por ser uma transformação da realidade, no plano da imaginação e das emoções, através do brinquedo.

As brincadeiras aparentemente simples são fontes de estímulo ao desenvolvimento cognitivo, social e afetivo da criança. Também é uma forma de auto-expressão. O faz-de-conta estimula a fantasia, a criatividade e dá possibilidades à criança de construir símbolos, cenários, personagens únicos ou qualquer coisa que desejar. Além disso, estimula a interação com outras crianças e a aquisição da linguagem.

É a partir do brincar que a criança aprende a agir, tomar decisões, compreender melhor os valores de sua cultura, entender a cultura de seus parceiros, fazer combinados, lidar com situações de ganhar e perder, se fazer respeitar e a respeitar o próximo.

É importante estimular a criança a brincar. Por isso, os pais devem oferecer brinquedos e espaço adequado. Muitas vezes “sucatas” como: caixas de sapato, potes, rolos de papel higiênico tornam-se brinquedos criativos e baratos entretendo toda a família. Os pais podem participar das brincadeiras desde que não dominem a situação, com ordens ou tomando o controle da brincadeira.

Para as atividades realizadas na escola através da brincadeira, os professores têm a possibilidade de inserir valores e cultura de uma sociedade. O educador deve criar as oportunidades, oferece materiais e participar das brincadeiras, mediando a construção do conhecimento através do lúdico. A aprendizagem prazerosa e sociável proporciona maior envolvimento e retenção do assunto para os alunos.

É muito importante que tenhamos educadores mais envolvidos com a questão de passar um ensino prazeroso para todas as crianças, as brincadeiras bem aplicadas e com o propósito bem definido trazem excelentes benefícios de aprendizagem.

Comente

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com "*".