Um dia das mães diferente

Um dia das mães diferente

Que tal aproveitar esta data que nos enche de orgulho para fazer algo diferente? O dia das mães é o momento de comemorar junto de uma das pessoas mais importantes, para nós mães. Mãe representa uma infinidade de definições. O amor infinito, a dedicação, o entusiasmo, o acreditar que tudo é possível, o incansável, a garra. Mas isso tudo só acontece porque temos um interlocutor, um filho ou filha, uma pessoa que amamos incondicionalmente e que nos retribui com muito amor, alegria e orgulho.

A minha proposta para este dia das mães é, menos presentes financeiros e mais presença física com amor. A presença íntegra que nos completa e nos transborda de felicidade, quando compartilhamos momentos de total entrega. Desta forma, sugiro algumas atividades para serem feitas com muita dedicação e amor, sem interrupções, sem mídias sociais e com muito vínculo. Então, vamos às dicas:

  • Escolher uma música bem alegre, que represente vocês. Colocar num volume bem alto e dançar até extravasar toda energia. Vocês ainda podem filmar e depois assistir, dando boas gargalhadas.
  • Fazer uma deliciosa caminhada ao ar livre, num parque, onde possam conversar sobre assuntos de interesse comum. No final podem completar tomando uma saborosa água de côco ou um açaí bem gelado.
  • Preparar uma comida especial. Pode ser um jantar ou apenas um bolo. O importante é que seja preparado em parceria, com muita conversa e risada de tempero.
  • Assistir um bom filme. Pode ser no cinema ou em casa, mas aquele filme escolhido a dedo com muito amor e carinho.
  • Fazer atividades manuais, explorando a sua criatividade. Ponha a mão na massa, o dedo na tinta, na cola, na tesoura… A internet tem muitas ideias de atividades manuais, de acordo com a faixa etária do seu filho. Uma opção seria fazer um jogo de memória, com as fotos das pessoas da família. Com certeza seria muito divertido.
  • Cada uma fazer uma carta com as maiores qualidades que a outra possui. A mãe faz uma carta falando sobre seus maiores orgulhos em relação à filha. A filha (o) faz outra em relação à mãe. Nestes momentos devemos lembrar aquilo que nos deixa muito feliz em ver no outro, sendo motivo de orgulho e que nos instigue a ser uma pessoa melhor do que já somos. Se for uma criança que ainda não saiba escrever, proponha fazer um lindo desenho que represente você.

Se você gostou do conteúdo e quer saber mais sobre psicopedagogia e psicologia, faça contato conosco. Temos uma equipe de profissionais, como psicopedagoga, psicóloga, terapeuta ocupacional e outros, para lhe auxiliar. Clique aqui e faça contato.

Comente

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados com "*".